Mercado de trabalho e formação acadêmica são pautas de reunião entre CRP19 e Grupo Tiradentes

 

A convite do Vice-Presidente de Relações Institucionais do Grupo Tiradentes, Saumíneo Nascimento, o Conselho Regional de Psicologia participou na quinta-feira, 15, de reunião em ambiente virtual. Além de estreitamento das relações institucionais, a proposta foi de discutir sobre estágios, extensão universitária e cenário do mercado de trabalho.

Durante o encontro os Conselheiros Naldson Melo (presidente), Jameson Silva (Vice-Presidente), Alberto Orge (Tesoureiro) receberam informações acerca do trabalho que vem sendo desenvolvido na formação dos alunos relacionado às Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs). Segundo Saumíneo Nascimento, entre a Faculdade São Luís de França e Unit, o Grupo Tiradentes possui, atualmente, 900 estudantes de Psicologia.

reuniãi unit.png

“Temos um desafio gigante que é a questão da curricularização da extensão universitária, que é um trabalho diferente da extensão tradicional, em que o trabalho de extensão, vai exigir que nós tenhamos um protagonismo transformador dessa formação do aluno”, ressalta Saumíneo.

 

O Conselheiro Presidente do Conselho Regional de Psicologia da 19ª Região, Naldson Melo, ressaltou que em 2020, o CRP19 realizou reuniões com as coordenações de cursos de Psicologia no Estado, junto com a Associação Brasileira de Ensino de Psicologia-ABEP, com o intuito de discutir as formações das Instituições de Ensino Superior – IES.

“Nós temos ciência, e preocupação, por entender que em dois ou três anos, profissionais estarão atuando e quanto melhor a qualidade da formação, melhor será a atuação desse profissional e por consequência, excelência no atendimento à sociedade”.

A atualização do cadastro do CRP19, indica que atualmente Sergipe conta 3.032 profissionais inscritos. Segundo Naldson, a pandemia apresentou um novo cenário do mercado de trabalho para profissionais da Psicologia.

“A pandemia incentivou alguns profissionais que não estavam registrados a reativar o seu registro.  Muitos egressos que após a conclusão do curso não solicitaram por não ter ocupação na área, agora estão entrando com pedido. Outros reativaram por conta do surgimento de várias possibilidades de trabalho, inclusive na linha de frente de combate ao coronavírus”, informou.

Participaram ainda da reunião o administrador Henrique Mendonça, gerente do CRP19, a professora Angélica Piovesan, coordenadora operacional do curso de Psicologia da Universidade Tiradentes e a professora Marcela Teti, coordenadora pedagógica do curso de Psicologia na Faculdade São Luís de França.

 

Redes Sociais