CRP19 participa de debate sobre Psicologia Social

23/05/2019 -23H52

              O Conselho Regional de Psicologia de Sergipe – 19ª Região apoiou e participou do VI Encontro Regional Nordeste da Abrapso, por meio do CREPOP, dos Grupos de Trabalho: "Psicologia e Relações Interétnicas", "Psicologia, Gênero e Diversidade Sexual", "Saúde Mental", contando ainda com a participação de trabalhadoras, estagiária do CREPOP e Conselheiras e Conselheiros. Com a perspectiva de estreitamento de espaços entre a realidade social e a academia, o encontro que aconteceu nos dias 8, 9 e 10 de maio, na Universidade Federal de Sergipe, em São Cristóvão(SE), trouxe como tema “Psicologia Social: desafios e contribuições em tempos de crise”.

               “Somar com a realização desse evento foi uma grande oportunidade de materializar os paradigmas do que acreditamos enquanto possibilidade de uma Psicologia Social implicada com os caminhos políticos. Nesse aspecto, entendendo a política como grande ciência que demarca os lugares sociais, as pessoas, os grupos sociais, as sociedades”, explicou a psicóloga Lidiane de Melo Drapala,  pesquisadora do CREPOP/CRP19,  com titulação do Conselho Federal de Psicologia (CFP), em Psicologia Social. 

               O evento que reuniu estudantes, trabalhadoras(es) da assistência, da saúde pública, da clínica, pesquisadores de mestrado e doutorado, abordou temáticas como “Políticas públicas, movimentos sociais, cidadania e Estado”“Genero, sexualidade, raça e direitos humanos”.

               Com esse diálogo, e exercitando a transversalidade, o CRP19 articulou seus representantes para composição de diversas atividades: a estagiária graduanda em psicologia, Taynã Querino, e o estudante de psicologia, membro do GT de Relações Interétnicas, Klécio Barbosa da Silva Assis, compuseram o coletivo da monitoria do evento. Marcela Flores Cardoso Sobral, psicóloga fiscal da COF/CRP19 compôs as equipes de Comissão Organizadora, Comissão Científica, Equipe de Pareceristas. Daniela dos Santos, que compõe o GT de Saúde Mental, também esteve na Comissão Organizadora junto ao psicólogo colaborador na Comissão de Orientação e Fiscalização, Mário Silvio de Souza Fraga, o Conselheiro Frederico Alves de Almeida, além da própria Lidiane de Melo Drapala que esteve na Comissão Organizadora, na Equipe de Pareceristas e assumiu a condução enquanto Mestre de Cerimônias nos dias da realização do evento. Do plenário do CRP19, estiveram os Conselheiras(os) Lidiane do Anjos Santos Andrade e Baruc Correia Fontes que contribuíram com a Equipe de Pareceristas.

               Em alguns momentos, os debates ganharam outras dimensões e formas de abordagens com as atividades culturais. “Construímos uma agenda cultural junto com outras psicólogas e com o professor de artes, Ricardo Montalvão, que também é coreógrafo. Contamos com grupos de teatro, de clínicas de saúde pública e clínica de saúde privada que tratam de saúde mental.

               Tivemos ainda um grupo de dança afro composto por mulheres, o Coletivo Afro Contemporâneo de Sergipe – Ginká mediado pela coreógrafa e Profª Cleanis Silva, exposição de livro de poesia e grupo de música composto por usuários de Centros de Atenção Psicossocial(CAPS). As apresentações culturais trouxeram uma correlação profunda com o grande tema da Psicologia Social e suas implicações, diversidade, modo de vida, constituição e processos de subjetivação”, concluiu Drapala.