CRP19 e OAB/SE realizam Simpósio de Direitos Humanos

26/04/2019 -16H21

              O Conselho Regional de Psicologia de Sergipe (CRP19) e a Ordem dos Advogados do Brasil-seccional Sergipe (OAB/SE), realizaram na noite dessa quinta-feira, 25, em Aracaju(SE), o I Simpósio de Direitos Humanos e Interdisciplinaridade: articulações no enfrentamento aos discursos de ódio.   

               O Conselheiro Baruc Fontes, presidente  da Comissão de Direitos Humanos do CRP19,  explica que o evento segue em consonância com a campanha  #DiscursoDeÓdioNão,  promovida  pelo Conselho Federal de Psicologia(CFP), por meio da Comissão de Direitos Humanos.  “A CDH fica muito feliz em articular e executar um evento desse porte no Estado de Sergipe. A materialização dessa campanha em todos os CR´s do Brasil prova o comprometimento da Psicologia com a pluraridade, a diversidade e revela a preocupação com os grupos minoritários que estão sendo atacados constantemente com discursos de ódio”.

               Durante o simpósio dois temas estiveram em debate. A pós-Doutora em Psicologia Flávia Lemos expôs o “Enfrentamento aos discursos de ódio: uma abordagem sob a perspectiva transdisciplinar da Psicologia em coextensão com o campo dos Direitos Humanos”.  A Doutora em Sociologia Andréa Depieri de Albuquerque palestrou sobre “O combate à cultura do ódio: uma abordagem geral chamando à reflexão sobre nosso papel no combate ao ódio e a intolerância”.

               Durante o evento foi lançado o Pacto Estadual para Promoção dos Direitos Humanos na Educação Básica, elaborado pela OAB-SE. O tratado tem como objetivo garantir uma educação básica das redes pública e privada do Estado de Sergipe através de discussões temáticas de Direitos Humanos e a promoção da paz, do respeito, da compreensão, da tolerância, da boa convivência entre os discentes e da formação cidadã dos estudantes para que sejam agentes multiplicadores dos ideais humanitários. 

               Para Claudson Rodrigues, Conselheiro Presidente do CRP19, o Simpósio aconteceu em um momento importante visto que a discussão sobre Direitos Humanos, além de fundamental, tornou-se urgente em nossa sociedade. “Temos visto que o discurso de ódio está cada vez mais presente e disseminado e, por isso, nós profissionais da Psicologia e do Direito, temos  o papel de alertarmos a população  sobre os males promovidos pela intolerância. Os números apontam que a violência pelo ódio tem crescido absurdamente e não podemos naturalizar esse fenômeno. Parabenizo o CRP/19,  por meio da Comissão de Direitos Humanos e a OAB de Sergipe pelo brilhante evento”.

 Fotos: Ascom CRP19/Ascom OAB/SE