Dependência Química: reflexões sobre os cuidados com a saúde mental do cuidador

22/01/2018 -17H34


               A psicóloga Priscilla Guissoni de Faria (CRP19/IS 046) e a equipe do Centro Terapêutico Recomeçar convidaram familiares dos residentes para participar no domingo, 14, de uma Roda de Conversa sobre a “Reavaliação e fortalecimento de vínculos afetivos e familiares como fatores importantes no tratamento de adicções”. A ação integra as atividades do Janeiro Branco e reuniu os residentes e seus responsáveis numa roda de conversa que teve como principal objetivo discutir estratégias de promoção da saúde emocional dos parentes e pacientes da instituição.


               A psicóloga alertou os residentes sobre a importância de se prestar atenção às próprias emoções, enfatizando o autocuidado como requisito imprescindível para a recuperação da sanidade mental e da resiliência diante dos conflitos enfrentados pela dependência química e das problemáticas relacionadas à codependência familiar.

               Ao final das reflexões, a profissional dialogou com os familiares sobre a importância de os mesmos também realizarem, sempre que necessário, o acompanhamento médico e/ou psicoterápico com profissionais da saúde mental. Tais iniciativas são capazes de favorecer a assertividade necessária durante o tratamento e auxiliam os familiares dos residentes a lidar com suas dificuldades, uma vez que cuidando da própria saúde mental, estarão em melhores condições de cuidar dos dependentes químicos em tratamento.