Setembro Amarelo: 115 atividades marcaram a campanha de prevenção ao suicídio no CRP19

16/10/2017 -14H51


               A diretoria do III Plenário, do Conselho Regional de Psicologia da 19ª Região, recebeu na tarde de quarta-feira, 11, a equipe que coordenou as ações do Setembro Amarelo/2017 do CRP19. Os psicólogos e psicólogas que estiveram à frente das atividades fizeram relatos sobre o trabalho desenvolvido na divulgação da campanha de prevenção ao suicídio e valorização da vida no Estado de Sergipe.

               Os profissionais Pedro Alves dos Santos Filho  (CRP19/1910), Renata Gabriela Aragão Andrade (CRP19/3080), Aline Cléa L.  de Jesus  ( CRP19/3099), Patrícia  Maria Souza Franklim  (CRP19/2857), Andresa Karina Souza Oliveira Almeida (CRP19/2799), Aline Souza Coêlho  (CRP19/3059), sob orientação dos conselheiros presidente Alan Santana Santos e vice-presidente Frederico Alves,  desenvolveram um trabalho focado na valorização da vida, suicídio, saúde mental, prevenção, educação, apoio psicológico, família, rede de apoio, comportamento suicida.  O planejamento definiu intervenções em forma de palestras, rodas de conversa, entrevistas, oficinas, simpósios, caminhadas de  conscientização, panfletagens, passeios ciclísticos, construção de cartazes, saraus, abordagens educativas em locais públicos, distribuição de cartilhas, dinâmicas interativas breves e demais atividades preventivas. O principal objetivo foi  quebrar o tabu que existe envolvendo o suicídio.

               A primeira atividade do Setembro Amarelo foi registrada ainda na segunda quinzena de agosto com uma entrevista para uma rádio em Itabaiana, região agreste de Sergipe. Em 31 dias de campanha, o Conselho Regional de Psicologia da 19ª Região, por meio dos profissionais inscritos e suas equipes de trabalho, promoveu 115 atividades e apoiou diversas ações promovidas pela Associação Sergipana de Psiquiatria e Centro de Valorização da Vida no Estado de Sergipe, entre outras instituições.

               Dezenas de profissionais da Psicologia se revezaram para cobrir uma agenda de nove entrevistas para rádio, tv, mídias impressa e digital,  e atuar, nos mais diferentes espaços, em 22 rodas de conversa, 63 palestras, duas oficinas, três Pit Stop Psi, sete vivências, uma mesa redonda, três caminhadas, um ponto de encontro, um simpósio e três ações de panfletagens que envolveram pessoas de todas as idades,  nos municípios de Aquidabã, Aracaju, Boquim, Canhoba, Campo do Brito, Canindé de São Francisco, Carira, Divina Pastora, Estância, Frei Paulo, Itabaiana, Malhador, Maruim, Muribeca, Nossa Senhora do Socorro, Riachão do Dantas, Ribeirópolis, Rosário do Catete e Simão Dias.

               “A gestão “Crescer e Cuidar da Profissão” fica muito satisfeita com todo o trabalho desempenhado pelo grupo de psicólogos e psicólogas, no Setembro Amarelo.  Sem dúvida alguma,  essa é uma campanha que faz muita diferença na vida das pessoas. Nós acompanhamos os resultados de perto e é perceptível como o Setembro Amarelo, da forma como tem sido desenvolvido pelos profissionais de Psicologia, tem gerado do impacto positivo nos indicadores relacionados ao suicídio. Tem cidade que registrou uma redução de 60% no número de casos de tentativas de suicídio após o início das intervenções. Ao apoiarmos esse movimento,  assumimos a responsabilidade e o compromisso com a sociedade.  O CRP19 parabeniza os colaboradores que ajudaram a construir esse corrente pela valorização da vida”, finalizou Alan Santana Santos,  conselheiro presidente do CRP19.