GT CRP19 promove ato pela despatologização das orientações sexuais

22/09/2017 -21H38


               Na quarta-feira, 20, mais de 40 representantes de diversas instituições  e movimento pró LGBT estiveram reunidos na sede do Conselho Regional de Psicologia, em Aracaju (SE)   para discutir em ações de articulação em favor da resolução 01/99 e  analisar a decisão judicial que autoriza, em caráter liminar, que psicólogos possam pesquisar e ofertar terapia para reorientação sexual.

               Com resultado dessa reunião, ficou definida a realização de um ato em  favor da despatologização das orientações sexuais e das transidentidades, no dia 27 de setembro de 2017, às 15h, na Praça Fausto Cardoso, em Aracaju(SE). O movimento será coordenado pelo GT de Gênero e Diversidade Sexual, através da Comissão de Direitos Humanos, do Conselho Regional de Psicologia.  “O   "Abraçaço pela diversidade", será  um  ato de união e amor que se faz necessário em função da decisão da Justiça Federal, na qual permite a (re)orientação sexual diante do exercício profissional do(a) psicólogo(a), abrindo brechas ao padrão heterocisnormativo e ferindo não só a nossa resolução 001/99, que estabelece normas de atuação, mas o nosso embasamento científico e técnico. Em 1990, a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a homossexualidade do rol de doenças mentais. Assim, não há cura para o que não é doença! A Psicologia Sergipana não irá permitir tamanho retrocesso”, disse a Eleonora Vaccareza, conselheira do CRP19.