Debates sobre saúde mental e valorização da vida marcaram a Semana do Setembro Amarelo na Fundação Pedro Paes Mendonça

21/09/2017 -11H58


               Pela primeira vez, o povoado Serra do Machado, em  Ribeirópolis(SE), participou do “Setembro Amarelo”. Com atividades focadas no cuidado em saúde mental e valorização da vida, colaboradores da instituição e comunidades dos povoados circunvizinhos como Serrinha, Esteios, Fazendinha e João Ferreira, participaram ativamente das ações que foram encabeçadas pela Gestora dos Serviços de Saúde, a enfermeira Mayara de Tarso (COREN-SE: 307385), estruturadas e facilitadas pelo psicólogo da Fundação Tiago Rezende (CRP 19/3088), entre os dias 13 e 16 de setembro.

               “O ‘Setembro Amarelo’ na FPPM foi concebido a partir da crença dos profissionais envolvidos em gerar ainda mais assistência à população e dialogar sobre saúde mental, valorização da vida e a prevenção do suicídio, permitindo a compreensão desse fenômeno multifatorial, compartilhando informações de maneira horizontalizada”, disse Tiago Rezende.

               Durante quatro dias diversas atividades foram desenvolvidas, como relaxamento progressivo, vivências para promoção de autoconhecimento/autocuidado e sessões de cinema comentado. “Esse momento foi de suma importância para a população, pois além de mostrar os sinais e sintomas da depressão e de outros transtornos mentais, permitiu que a população falasse, e buscasse no autoconhecimento, um veículo para grandes mudanças e transformações”, disse a enfermeira Mayara Tarso.

               “Estar vivenciando e percebendo esse envolvimento dos funcionários junto a comunidade e desta neste processo, faz perceber que o caminho do cuidado e do autocuidado acontece nestes espaços. Parabenizo cada ser humano envolvido nesse movimento”, completou a psicóloga Renata Aragão (CRP 19/3080) convidada para desenvolver algumas ações.