CRP19 tem as contas aprovadas pelo Conselho Federal de Psicologia

04/08/2017 -21H13


               O Conselho Federal de Psicologia (CFP) aprovou as contas do Conselho Regional de Psicologia da 19ª Região, relativas aos exercícios 2013, 2014 e 2015, gestão do II Plenário, que teve como presidente o psicólogo Adriano Barros.

               “Esse resultado mostra que o II Plenário caminhava na direção correta. Dentro do que preconiza a legislação vigente, nós conseguimos avançar. Todos os processos dentro do CRP19 seguiram o rito da transparência. Trabalhamos para adquirir e entregar uma nova sede para servir à categoria. Agradeço o voto de confiança à nossa gestão e ao III Plenário que dá continuidade a esse trabalho e avança na construção de uma política para a Psicologia sergipana”, disse Adriano Barros.

               A auditoria federal é um procedimento de rotina e ocorre, periodicamente, para analisar prestações de contas da gestão e demonstrações contábeis. “A análise foi feita com base em diversos documentos, entre eles, demonstrações contábeis, processos licitatórios, recebimentos e pagamentos (fornecedores, prestadores, diárias, passagens, jetons, etc), folha de pagamento e encargos, atas de reuniões de diretoria e plenária, atas das assembleias ordinárias e extraordinárias, conciliação bancária e contratos, além de outros documentos solicitados durante a auditoria”, explicou Henrique Mendonça, gerente administrativo do CRP19.

               A análise do exercício 2013 foi realizada entre os dias 21 e 25 de julho de 2014, pela empresa PartWork Auditoria. De 10 a 15 de agosto de 2015 foi verificado, pela empresa Audilink, o exercício de 2014. A Audilink voltou à Aracaju para a analisar as contas  do Conselho Regional de Psicologia da 19ª Região, dessa vez relativas ao exercício 2015,  entre os dias 11 e 14 de abril de 2016. A conclusão dos três anos foi apresentada o dia 06 de julho de 2017, por meio  Ofício Nº 0640-17/DIR-CFP.

               “A gestão que esteve à frente da administração do CRP19 gerenciou os recursos financeiros e humanos de forma consciente, observando as normas internas e a legislação vigente. Através da previsão orçamentária buscou-se acompanhar, controlar, gastos e definir prioridades para atingir as metas propostas pela gestão”, informou Ideilda Fernandes, assessora contábil, em seu parecer.

               “Esse momento de aprovação das contas do CRP19 mostra a seriedade de um trabalho que foi desenvolvido e continua sendo construído por um grupo comprometido.  Aprovação das contas da gestão anterior, da qual  participei com muito orgulho, já era esperado, pela seriedade com que o plenário anterior conduziu o seu trabalho junto a categoria dos psicólogos. As atividades dentro do Conselho continuam sendo regidas pela coerência, ética, transparência e responsabilidade”, pontuou Alan Santos, conselheiro presidente do CRP19.

               Todas as informações sobre a atual gestão, histórico do CRP, comissões, legislação, prestação de contas, informações contábeis, patrimônio, recursos humanos, despesas com pessoal, licitações e contratos, perguntas e respostas, informação ao cidadão estão no novo portal da transparência do CRP19 (www.crp19.org.br).