Psicólogos com piso salarial de R$ 4.800,00 por 30 horas semanais

03/07/2017 -19H55

                  Essa é a proposta que já recebeu mais de 20.000 apoios no espaço público Ideias Legislativas, se tornou uma sugestão legislativa e foi encaminhada para debates entre os Senadores. A Sugestão nº 6 de 2017, que está em consulta pública, tramita na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado Federal.

                   O Conselho Regional de Psicologia da 19ᵃ Região apoia a matéria que atualmente está com a relatoria. Para o presidente do CRP19, Alan Santana Santos, esse é um pleito legítimo da categoria de psicólogos que, infelizmente, ainda tem um nível de valorização muito baixo dentro do mercado de trabalho. “Lutar por essa proposta e utilizar os canais de comunicação do Conselho Psicologia para divulgar iniciativas como essa são importantes para conectar a categoria em prol dessas pautas que são importantes”, disse.

Acesse o Portal e-cidadania, opine e acompanhe a tramitação:

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=128459&utm_source=midias-sociais&utm_medium=midias-sociais&utm_campaign=midias-sociais.

Ideia Legislativa

                   Qualquer pessoa que se cadastrar no portal pode enviar Ideias Legislativas para criar novas leis ou alterar as leis atuais.  Basta acessar a página das Ideias Legislativas, sugerir e clicar em “Enviar ideia”. Antes de enviar uma proposta, é importante verificar se já existe na lista de ideias abertas outra com o mesmo conteúdo.

                    As ideias ficam expostas por 4 meses para receber apoios. As que receberem 20 mil apoios nesse período  serão encaminhadas para a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) e formalizadas como Sugestões Legislativas, nos termos do art. 6º, parágrafo único, da Resolução nº 19 de 2015 e do art. 102-E do Regimento Interno do Senado. São debatidas pelos senadores e ao final recebem um parecer.  Para que uma Ideia Legislativa receba apoios é preciso divulgar. Os compartilhamentos podem ser feitos no Facebook, Twitter e Google+.  

.