Refundado Núcleo ABEP em Sergipe

06/05/2017 -21H05


               Nessa sexta feira, 5 de maio, durante o I Encontro Regional  da ABEP, foi refundado o Núcleo Regional da Associação Brasileira de Ensino de Psicologia em Sergipe.

               Segundo a diretora da ABEP, foram quase três meses de reuniões com coordenadores de curso e supervisores de estágio das quatro Instituições de Ensino Superior em Sergipe, para discutir os rumos do ensino da Psicologia sergipana. “O nosso objetivo é reativar as atividades da ABEP e  promover uma maior aproximação da diretoria nacional para que possamos  voltar a discutir o ensino e a formação”, explicou a Profa. Dra. Suenny Fonsêca, diretora ABEP.

               Para o processo eleitoral, apenas uma chapa se inscreveu. Eleito para os próximos dois anos, o Nucleo ABEP/Sergipe é formado por Frederico Alves de Almeida (coordenador), Tereza Emília Lei Gomes (vice-coordenadora), Rochelle Bezerra Barbosa (Secretária) e Maria Margareth Cláudio (Suplente).  

               “A coordenação do núcleo tem o compromisso de, junto ao colegiado gestor ampliado, discutir ainda mais a formação em Psicologia no estado e propor ações voltadas para o desenvolvimento de melhoras significativas nesse sentido”, disse Frederico Alves.

                “Essa gestão dá indícios de que vai trabalhar. Já começa com professores de diversas instituições e com a participação do Conselho Regional de Psicologia.  Tenho muita esperança que agora a gente vai conseguir dar um novo gás ao núcleo ABEP Sergipe”, confidenciou Suenny Fonsêca.

               Segundo o conselheiro presidente do Conselho Regional de Psicologia da 19a Região, a atuação efetiva do núcleo ABEP sempre foi um desejo da gestão do III Plenário. “Assumimos o compromisso de apoiar as associações e cooperativas de psicólogos. Nos sentimos agraciados com a refundação e o empenho dos atores envolvidos nesse processo e, também, em saber que vai trazer frutos muito positivos ao longo dos anos. Temos certeza de que não vai demorar muito para começarmos a ver essa associação transformando Psicologia Sergipana”, concluiu Alan  Santana.