Agora é lei: escolas de Aracaju terão psicólogos e assistentes sociais

02/09/2016 -14H22

                 Foi sancionada no dia 19 de agosto, a Lei 4.825/2016,  que regulamenta a inserção de psicólogos e assistentes sociais nas escolas municipais. A nova lei tem o objetivo de combater a evasão escolar, a violência e aproximar as famílias das escolas

                 Em três anos de tramitação na Câmara Municipal, o projeto de lei  ganhou emendas da Comissão de Educação, Cultura e Esportes no que se refere às competências dos profissionais. Em abril de 2014, o psicólogo e vereador Max Prejuízo,  autor da proposta,  esteve no Conselho Regional de Psicologia de Sergipe em busca de apoio. Durante reunião, o parlamenter explicou que “a anuência do CRP19 representava o aval técnico ao Projeto”.

                 Essa é mais uma conquista da Psicologia sergipana. Novos postos de trabalho serão abertos e  a educação de Aracaju vai ganhar  reforço  na implantação de  uma cultura de paz e no combate à evasão escolar”, finalizou Adriano Barros, presidente do CRP-19.